Contratar o Beto Barbosa

Blog

REFLEXÕES
Postado em 10 de Janeiro de 2012
0
Comentários

A meditação penosa sempre me ajudou a crescer como ser humano. Por diversas vezes, viajei fora do meu corpo por este mundo louco e me senti esmagado com a banalização de alguns setores da geração presente. Não dá para saudar um cérebro desamparado e definhando pelas drogas que lentamente esta destruindo o cenário cultural do nosso Planeta sadio. O talento duvidoso dos nossos governantes, não podem mais filosofar. As drogas leves e pesadas pedem reflexões profundas e estudos mais largos. Sua eficácia destrutiva pede atenção e combate ardente. Devemos agradecer a Deus por não estarmos inclusos nestas estatísticas do mal moderno. A incumbência de usarmos a mente sã para o bem será percebida nas sessões do dever cumprido. O corpo de um drogado sente a ausência de espírito porque a droga deixa seu corpo vazio. Por isso, ele mata, ele rouba, ele estupra etc. Penso que as futilidades dos espíritos políticos e artísticos alheios a este assunto, precisam sair da superfície e atingir a profundidade deste inferno que a cada dia leva uma alma boa. No passado, conhecíamos nossos vizinhos. Hoje, não sabemos mais quem são diante das loucuras modernas. Na nossa ausência, nunca sabemos se nossos filhos irão abrir a porta para um louco viciado que sem saber o que esta fazendo , detona e acaba com a sua vida, e a vida de sua família. Esta é a meditação penosa dos dias que falei no início deste texto. Meu exercício espiritual, tenta compreender as circunstancias deste congestionado assunto que esta tomando conta de nossas esquinas sem que a sociedade veja grandes projetos políticos para resolver o gravíssimo assunto. Minhas manifestações espirituais e emocionais tentam encontrar as linhas do entusiasmo coletivo nesta luta que direta ou indiretamente, atingi a todos nós.

Meu Ponto de vista!!!

DEUS SEMPRE !!!

Continuar lendo
SER FELIZ É UMA OPÇÃO
Postado em 16 de Dezembro de 2011
0
Comentários

Incansavelmente como todos os seres humanos da terra, atravessei o ano de 2011 contabilizando Lucros e perdas. É claro que, 2011, me deixou mais amadurecido e pronto para desbravar 2012. Entre lucros e perdas, restou minha gratidão a todos que contribuíram democraticamente para que eu pudesse desenvolver meu trabalho cultural, e empresarial. Viajei o Sul, Sudeste, Centro Oeste, Nordeste e alguns Países da Europa e America do Sul. Por isso, estou aqui, para agradecer a todos os empresários e fãs que me ajudaram a desenvolver meu trabalho por todos os palcos que cantei neste ano de 2011. Tentei contribuir para o desenvolvimento social do meu País e senti orgulho da maturidade democrática da nação. Agradar a todos foi impossível, pois nem Jesus cristo conseguiu, mas o mais importante de tudo foi a maturidade que ganhei diante de todas as lutas. Continuarei desejando a todos muitas vitórias, saúde, sucesso profissional e muito amor no seio de vossas famílias. A luta continua, pois somente assim, seremos grandes diante das diversidades. Para terminar, reforço meu ponto de vista de que as virtudes dos seres Humanos ultrapassam seus defeitos. E que a esperança, ternura, amor, indignação, indiferença, Solidariedade, a compaixão e o sarcasmo- tudo isso convive harmoniosamente no coração de todos.

 

FELIZ NATAL E FELIZ ANO NOVO!!!

 

DEUS SEMPRE NUNCA É DEMAIS...

 

Continuar lendo
O despertar mais profundo dos corações divididos
Postado em 15 de Dezembro de 2011
0
Comentários

Gostei da entrevista que o Professor de Ciência Política da Universidade Federal do Pará Roberto Correa concedeu a UOL, quando declarou sua visão de futuro depois do Plebiscito. Segundo o professor, o plebiscito despertou o conflito do eu sou Paraense e tu não és Paraense. Nas palavras cientificas do Grande mestre, vejo a luta dos conterrâneos do interior por seus direitos como legítima, urgente e urgentíssima... Chegou a hora dos privilegiados e apadrinhados pelos laços antigos da capital, darem suas explicações a sociedade. Neste Rio de sucesso para uns e de falta de sucesso para outros, fica exatamente o que o mestre Roberto Correa observou “EU SOU PARAENSE E TU NÃO ÉS PARAENSE” daqui pra frente, só resta um caminho, Polarizar a educação, Saúde, Segurança, Cultura e encurtar as distâncias para que os conterrâneos não entrem em guerra civil. Chegou a hora de igualar os direitos do povo do interior e dos que sofrem na capital em todos os aspectos sociais. Chegou a hora de valorizar de verdade o Artista da terra na nascente para que depois ele não seja obrigado a dizer que é conterrâneo. Os artistas de fora ganham fortunas quando cantam em Belém, e os de casa, ganham troféus de sobrevivência. A família do Cantor TED MAX na pessoa da viúva BETE MAX, esta ai para provar a luta de seus dias depois da morte de TED MAX que tanto fez pela capital e hoje sua família vive de Aluguel. Ai eu pergunto... O que fazer quando um chefe de família parte inesperadamente e a Capital não escuta seu grito de dor?  Tenho sido incansável como conterrâneo solidário nestas dificuldades que BETE MAX esta enfrentando, mas com a ajuda de Deus e dos amigos de verdade, ela irá alcançar seus sonhos de direito neste Pará que a capital tanto se orgulha em dizer que é de todos. Será?

 

Deus para todos nunca é demais!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuar lendo